Afinal, o que diferencia uma construtora de uma incorporadora?

construtora e incorporadora
6 minutos para ler

Muito tem se falado sobre a compra de imóveis na planta nos últimos anos, o que acaba nos levando também a falar sobre a construtora e a incorporadora. Diferentemente do que algumas pessoas pensam, os dois termos não significam a mesma coisa, embora apareçam juntos com bastante frequência.

Por isso, preparamos este conteúdo para que você conheça todos os pontos que diferenciam uma construtora de uma incorporadora, tais como o que cada uma faz e as suas responsabilidades. Continue a leitura do artigo para saber mais sobre o assunto!

O que é uma incorporadora?

Uma incorporadora de imóveis nada mais é do que a empresa que se responsabiliza pela organização de todos os processos pertinentes à construção do empreendimento, isto é, tudo o que está relacionado ao levantamento do edifício em um terreno. Esse nome se dá ao fato de que o prédio é “incorporado”, o que faz com que se transforme em uma única unidade.

Basicamente, as responsabilidades da incorporadora abrangem desde as etapas de planejamento, execução e venda das unidades. Sempre que um prédio novo é lançado no mercado imobiliário, é função da incorporadora prospectar clientes e fechar negócio.

Quais são as responsabilidades de uma incorporadora?

Para que você entenda detalhadamente as diferenças entre uma construtora e incorporadora, é importante destacar cada uma de suas funções. Veja a seguir o que faz uma incorporadora de imóveis na prática.

Planeja o empreendimento

A incorporadora estabelece como será o formato do próximo empreendimento e, para isso, baseia-se em uma série de dados a respeito das preferências do público-alvo e das tendências de mercado em geral, determinando questões como o local onde será incorporado e as características principais.

Por exemplo, um prédio de alto padrão, precisará de uma infraestrutura diferenciada e uma localização privilegiada. Com essas informações, a incorporadora se encarregará de procurar pelo terreno ideal, isto é, que atenda às especificações.

Toda a parte legal de viabilidade do projeto também fica sob responsabilidade da incorporadora. Ou seja, é quem verificará se a obra pode ser realizada em um determinado terreno, garantindo a segurança da documentação do empreendimento a longo prazo.

Administra a realização das obras

A partir do momento em que todos os principais pontos estão definidos, a incorporadora administrará a forma como as obras serão realizadas. Sendo assim, ela definirá um orçamento para que a construtora levante o empreendimento.

A partir desse ponto, a função da incorporadora é garantir que:

  • os materiais corretos sejam utilizados;
  • os prazos sejam cumpridos;
  • o projeto seja executado.

Nesse momento, a sua responsabilidade é supervisionar o trabalho realizado.

Vende ou aliena as unidades

O processo de venda de imóveis na planta consiste em comercializar as unidades antes que o prédio esteja pronto. Dito isso, a incorporadora é quem fará toda a divulgação do empreendimento e a alocação de recursos de vendas, gestão de equipe, publicidade para atrair clientes etc.

Quando o contrato de venda é assinado, a incorporadora está se comprometendo juridicamente a entregar o imóvel dentro do prazo determinado e das condições estabelecidas.

Lembrando, ainda, que o comprador também se compromete a pagar um valor mensal até o projeto esteja finalizado. É assim que a obra é financiada e a incorporadora pode dar sequência à execução do projeto.

O que é uma construtora?

A principal diferença entre uma construtora e incorporadora está no fato de que, como consta no próprio nome, ela é quem construirá o que foi planejado e determinado pela equipe de incorporação imobiliária. Em outras palavras, enquanto a incorporadora planeja, a construtora é quem “coloca a mão na massa”, levantando o empreendimento.

Quais são as responsabilidades de uma construtora?

O trabalho dessa empresa consiste, basicamente, em cumprir com as especificações do projeto idealizado pela incorporadora. Ela deve atender aos mais detalhados níveis e padrões de qualidade exigidos, visto que eles foram determinados com base em análises de comportamento de consumo e tendências do mercado imobiliário.

Portanto, as suas responsabilidades envolvem:

Contratar e gerenciar a mão de obra

A construtora tem a responsabilidade de encontrar os melhores profissionais para que o edifício seja levantado dentro do prazo de forma produtiva e, obviamente, cumprindo com todas as determinações e exigências legais relacionadas à segurança do projeto e de seus envolvidos. Para isso, ela pode designar a equipe para definir os parâmetros de contratação da mão de obra especializada.

Já no que se diz respeito aos tributos, a construtora também é responsável pelo pagamento dos encargos trabalhistas e, é claro, garantir a saúde e segurança dos trabalhadores, conforme as Normas Regulamentadoras (NRs).

Executar o projeto

Essa, certamente, é a função mais importante da construtora. Afinal, ela consiste em tirar o que está no papel e trazer para a realidade, isto é, basear-se no que foi planejado pela equipe de arquitetos e análogos de mercado para levantar o edifício dos sonhos do consumidor.

A construção das funções fundações do prédio, das unidades, das áreas de lazer e de tudo o que esteja relacionado ao levantamento da estrutura da obra é parte do trabalho da construtora. Ela também deverá cuidar de aspectos menores para que as chaves sejam entregues nas mãos dos clientes, garantindo a sua satisfação, como o acabamento de cada unidade.

Atender às especificações

Por fim, a construtora precisa fazer o que for possível para que o projeto não fuja do que foi determinado pela incorporadora. Ou seja, ela deve atender às especificações em termos de nível de qualidade, dentro do prazo estabelecido e sem estourar o orçamento máximo.

O objetivo disso é fazer com que a incorporadora transmita a credibilidade e a segurança necessárias aos clientes e, dessa forma, o ciclo de vendas ocorra de maneira efetiva e equilibrada.

Como foi dito inicialmente, é comum vermos as denominações incorporadora e construtora juntas, e isso ocorre porque geralmente a mesma empresa exerce as duas funções, ou seja, é possível que a mesma pessoa jurídica faça o papel de incorporar e de construir um empreendimento imobiliário.

Para concluirmos este conteúdo sobre as diferenças entre uma construtora e incorporadora, é muito importante destacar que, além dessas duas organizações, a imobiliária também tem um papel crucial no mercado imobiliário. Ela é a empresa que fará a intermediação o assessoramento de em, cuidando das questões burocráticas, sem mencionar o fato de que ajuda os clientes a encontrarem as melhores oportunidades de acordo com o seu perfil.

Quer saber mais sobre como uma imobiliária pode lhe ajudar na escolha do imóvel ideal para que você e a sua família tenham conforto e qualidade de vida por muitos anos? Então entre em contato com a quadraimob agora mesmo para receber todo o auxílio necessário!

Você também pode gostar

Deixe um comentário